Do lixão aos palcos: a incrível história de Leon Felix

A música pode mudar vidas, e Leon Felix é uma das provas disso. Com origem humilde, o paulista de 38 anos passou quase dez anos ajudando no sustento de sua família através da venda de materiais recicláveis para cooperativas, mas depois de um vídeo dele cantando sertanejo no meio de um lixão ter viralizado nas redes sociais, Leon passou a se dedicar mais à carreira que sempre sonhou.

 

Agora cantor, ele inicia 2018 com uma nova música de trabalho: “Requebra Bum”. O hit, com letra “chiclete”, surge como uma das apostas para o Carnaval. A canção inclusive foi lançada junto de um bem-humorado videoclipe, com imagens gravadas na praia de Boracéia (SP). “A gente gravou esse clipe a pedido dos nossos fãs, que queriam algo mais animado pro verão. Eu compus a letra e fiz o arranjo em estúdio. Neste ano pretendemos lançar mais materiais novos, sempre com videoclipes. Os próximos voltaremos ao estilo sertanejo e um pouco do forró que já trabalhamos no passado”, conta o cantor.

Cantar não chega a ser novidade na vida de Leon Felix. Quando era adolescente, ele chegou a ser vocalista em bandas de forró, mas precisou se afastar da música por quase dez anos por causa das dificuldades financeiras. Leon também é compositor de músicas como “Caixa Postal”, “Pra que chorar”, “Meu Caminhão”, “Zica da balada”, “Vou Viver em Paz”, “Perca de Tempo”, “Saideira” e “Shortinho”. Atualmente, ele se apresenta em eventos e barzinhos de cidades como São Paulo, Guarulhos, Taubaté, Mauá, Ribeirão Pires, São Bernardo do Campo, Sorocaba e litoral paulista.

Assista o novo clipe de “Requebra Bum”:

“Pra que Chorar”, um dos primeiros sucessos de Leon Felix:




Últimas notícias

  • Felipe Araújo trabalha em EP inédito
  • Zé Neto e Cristiano lançam oficialmente o disco "Esquece O Mundo Lá Fora"
  • Paula Fernandes lança clipe de novo single, "Beijo Bom"
  • Camarote Super Premium da FAICI ganha área open bar
  • Seguuuuuura, Peãoooo! Você sabe quem criou este bordão?




  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *