Dez músicas sertanejas que são a cara do Dia dos Pais

O Dia dos Pais se aproxima e é hora de preparar aquela homenagem ou a trilha sonora da festa preparada para todos os papais.

Pensando nisso, o Conceito Sertanejo listou 10 músicas que têm tudo a ver com a data que será celebrada no próximo domingo (11).

Confira:

“Me Chamou de Pai” (Roger & Rogério)
Composição de Gabriel Rocha, Lucas Carvalho Luigi e Leandro Visacre, a moda em estilo caipira retrata a relação de filho e pai, este já adoecido. “A música é forte demais. E se enquadra não somente o pai como ‘figura homem’. Existem mães que fazem os dois papéis e se identificarão também com a homenagem.”, explica Roger. Naturais da região do ABC Paulista, em São Paulo, Roger & Rogério es tão na estrada desde 2001 e, desde então, já gravaram dois DVDs: ‘Ao Vivo em Ribeirão Pires’ (2008) e ‘Open Bar’ (2011).

“É Disso Que o Velho Gosta” (Os Serranos)
Quem não conhece o famoso refrão “Churrasco e bom chimarrão, fandango, trago e mulher, é disso que o velho gosta é isso que o velho quer”? A música do antigo grupo Os Serranos, regravada depois por Chitãozinho & Xororó e Sergio Reis, conta a história de um pai, gaúcho, que tudo que mais gostava era uma vida simples.

“Sarafa” (João Carreiro & Capataz)
A música faz parte do CD “Lado A, Lado B”, lançado em 2011. Nela, João Carreiro homenageia o pai já falecido de Capataz. Ele gravou a canção sem contar ao seu parceiro e só revelou a surpresa no estúdio, emocionando Capataz. O apelido do pai do cantor era ‘Serafa’, mas João Carreiro o chamava de ‘Sarafa’, por isso o título da canção.

“Meu Velho Pai” (Léo Canhoto & Robertinho)
A música de Léo Canhoto & Robertinho gira em torno da conversa de um filho com seu pai, que está triste. Com o sucesso da canção, a dupla gravou também uma versão com Edson & Hudson.

“11 Vidas” (Lucas Lucco)
Uma das músicas mais marcantes do repertório de Lucas Lucco, a canção “11 Vidas” é uma homenagem ao radialista e também pai do cantor, Paulinho Lucco, que aparece emocionado no videoclipe.

“Te Amo Pai” (Rick & Renner)
Composta pela dupla para o álbum “Coisa de Deus”, a canção traz uma linda homenagem para os pais, ao trazer à tona tudo o que um pai pode fazer pelos filhos ao longo da vida.

“Mais que pai e filho” (Rick & Renner)
Além de “Te Amo Pai”, Rick & Renner também gravaram a música “Mais Que Pai e Filho”, que apresenta na letra um filho conversando com seu pai sobre a transição para a fase adulta e o amor entre eles que sempre resiste.

“Eu e Meu Pai” (Cezar & Paulinho)
A canção traz um relato emocionado de um filho que sente saudades do pai que mora longe. Apesar do diploma e de estar bem sucedido na cidade, o filho conclui que nada supera o amor e a simplicidade do pai que prefere morar no campo. A composição também ganhou uma versão na voz da dupla Zezé Di Camargo & Luciano e fez parte da trilha oficial do filme “2 filhos de Francisco” , lançado em 2005 pelo diretor Breno Silveira.

“Filho Adotivo” (Sergio Reis)
O amor de um pai de sete filhos, sendo um deles adotivo, é o mote da canção eternizada por Sergio Reis.

“Tropeiro Velho” (Teixeirinha)
Composta pelo gaúcho Teixeirinha em 1979, a canção ganhou várias versões ao longo dos anos como a do grupo “Os Fagundes” e a do grupo “Os Monarcas.” Com muita delicadeza, a letra remete a uma viagem no tempo de um filho que lembra do seu pai e continua com os hábitos que ele tanto amou.




Últimas notícias

  • Rick e Renner inovam e lançam a animada "Sextou"
  • Day e Lara lançam álbum com regravações de clássicos sertanejos
  • Trio Parada Dura lança novo DVD
  • Globoplay lançará documentário inédito de Marilia Mendonça
  • ‘Buteco do Gusttavo Lima’ em Recife-PE recebe críticas




  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *