Darci Rossi: Uma grande perda pra música sertaneja

A última sexta-feira (20/01) foi difícil. Perdemos o Darci Rossi, um compositor inigualável e que ajudou a fomentar o sertanejo com a força que ele tem hoje. É dele composições importantes e inesquecíveis como “Fio de Cabelo”, “As Paredes Azuis”, “Esta Noite Como Lembrança”, “Telefone Mais”, “No Mesmo Lugar (Coisa Estranha)”, “Whisky Com Gelo”, “Quem Disse Que Esqueci”, “60 Dias Apaixonado”, “Crises de Amor” e “Meu Desespero (A Tabela)”.

1485218939347_scrapeenetSão tantas composições conhecidas que dá até pra perder o fôlego. Grande parte delas foram escritas em parceria com o Marciano, da primeira formação com João Mineiro e hoje em uma nova dupla com o Milionário (que era com o José Rico).

Pra muitos, o nome de Darci Rossi era desconhecido. Isso porquê o grande público acaba conhecendo só os intérpretes, os cantores, mas quem é do meio sabe a importância dos compositores e como eles são essenciais para que essa “engrenagem da música” continue rodando.

Outro ponto importante da vida do Darci também é que ele foi acolhido por Chitãozinho e Xororó. A música Fio de Cabelo foi a precursora a tocar nas rádios. Até então, elas se negavam a tocar sertanejo ou tocavam nas madrugadas (justamente nos horários com pouca audiência).

Darci se foi. Mas as suas letras continuam eternizadas na história do sertanejo e nas vozes de tantos cantores por esse Brasil afora.

Sem mari




Últimas notícias

  • Paula Mattos lança EP com proposta de trazer 'algo nunca feito antes' no mercado sertanejo
  • Geno informa em nota oficial os fatos envolvendo o fim da dupla Gino e Geno
  • Chitãozinho e Xororó voltam ao Espaço das Américas com turnê "Evidências"
  • FAICI 2019 confirma atrações da 30ª edição
  • Paula Fernandes lança primeira canção do EP "Hora Certa"




  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *